Não vivo em uma lâmpada mágica!

Antes de mais nada, gostaria de avisar (se é que alguém ainda lê aqui) que o blog não morreu. Ando muito ocupado, e o “pão de cada dia” vem em primeiro lugar. Mas nas próximas semanas pretendo escrever mais artigos / passar algumas dicas que encontrar ou que achar conveniente. E, claro, contar alguns “causos” que acontecem comigo. Aqui vai mais um.

No fim do ano passado, um cliente (até hoje fiz somente um serviço para ele, algo bem básico, que deu mais trabalho do que rendeu dinheiro / satisfação profissional) me chamou no MSN. Conforme mostro o desenrolar da conversa, farei alguns comentários.

Fulano: Wagner .. td bem ??

Wagner: olá

Wagner: tudo bem, e com vc?

Fulano: td bem meu amigo …. faz tempo q nao nos falamos … passei uma fase meio complicadinha …mas agora estou voltando com força total …. e vc como esta ???

Fulano: muito trabalho ???

Hum, fase meio complicadinha…até imagino os motivos.

Wagner: estou bem tb

Wagner: bastante trabalho, graças a Deus

Fulano: Legal … me fala uma coisa .. vc programa em quais linguagens exatamente ???

Fulano: estou com umas idéias e acho q vou precisar de vc ..

Opa, “idéias”…quando alguém “suspeito” me diz esse tipo de coisa, já fico com um pé atrás.

Wagner: .Net (C# e Visual Basic – todas as versões), ASP (Com VBScript) PHP e Python

Wagner: hum

Fulano: estou pensando em montar uma empresa , onde teremos muita coisa integrada entre sistemas , etc … pelo q ja vi em uma empresa q passei , todo o processo de deixar pronto e tals vai pelo menos 1 ano de programaçao …

Ok, viu algo interessante em outra empresa, integrar sistemas, e previu que levaria pelo menos um ano de trabalho. Para quem está precisando de serviço / emprego (e quem não está?) pode ser uma boa.

Fulano: como acha q podemos começar a conversar sobre a possibilidade de trabalarmos juntos ???

Wagner: bem

Wagner: pode dar mais detalhes? Inclusive como faríamos?

Perguntei pois além do serviço que já fiz para ele, ele havia comentado sobre outro, mas sempre chorando pelo preço e sem dar detalhes concretos do que precisa.

Fulano: então … nao sei como fariamos , mas é muito trabalho … isso posso lhe garantir..

Quero lembrar que muito trabalho e dinheiro não são exatamente sinônimos

Wagner: bem…eu ando realmente com muito trabalho esses tempos

Wagner: para quando você precisaria?

Fulano: Nossa …. é q estou falando de um conjunto de coisas …. mas para vc entender , preciso de um programador full time ..

Fulano: durante 1 ano pelo menos ..

Wagner: bem…full time não tenho como

Fulano: Entendi …..

Eu já havia dito antes que não pretendia ser um funcionário trabalhando na empresa (de ninguém). Para quem não sabe, trabalho como freelancer. Claro, não digo que um dia não possa voltar a ser funcionário de uma empresa, mas não é algo que pretendo.

Wagner: pretende colocar como um funcionário trabalhando em sua empresa, é isso?

Fulano: Sim ..

Fulano: mesmo pq pelo q vou montar teria q ser assim… nao tem como ser diferente

Wagner: então

Wagner: pra mim realmente não dá

Wagner: mas posso indicar um site bom: www.apinfo.com

Sim, quem não conhece a Apinfo e procura emprego na área, visite. O site tem muitas vagas.

Fulano: mas tem q ser um cara ótimo ….

Fulano: muito bom mesmo ….

Opa! Não pode ser um “programadorzinho qualquer”, hein? Tem que ser alguém muito bom!

Fulano: vou precisar de coisas de genio …

“Gênio”…xi…ferrou. Será que ele queria um cara bom ou um cara que fizesse mágica e atendesse os desejos de seu amo (patrão)?

Wagner: bom…

Wagner: nesse site tem muita gente boa cadastrada

Fulano: entendeu .. na vdd vou montar 4 empresas , onde todas vao trabalhar interligadas …. e vou precisar de um sistema administrativo individual para cada uma delas e ao mesmo tempo interligado dentro de um sistema de gerenciamento on line para o meu Franqueado

Reparem que ele não tá nem aí pra indicação que dei da Apinfo. Continuou falando.

Vamos analisar também: Ele queria montar 4 empresas e fazer um sistema administrativo interligando todas. Realmente, é muito trabalho.

Fulano: gerando relatorios , etc ..

Fulano: td automatizado …. sistemas de ganhos ..

Hum, acho que um ano seria mesmo o tempo mínimo para terminar isso (com apenas um programador trabalhando).

Wagner: entendo

Fulano: imagina a complexidade ….

Ô se imagino!

Fulano: quanto vc acha q vou ter q assumir de salario para um profissional assim ??

Opa! Agora a parte boa (ou não, vejam abaixo): dinheiro!

Wagner: CLT ou PJ?

Fulano: PJ

Wagner: bem…eu não trabalharia assim por menos de Y/hora

Wagner: acho que a média ficaria entre X-Y

Falei o que eu cobraria (isso sendo PJ), e olha que não é nada fora (ou muito fora) do mercado aqui em Sampa.

Fulano: uns XX mil por mes .???

Ih, ele ficou surpreso com o valor…achou caro.

Wagner: sim

Wagner: tipo…qual seria sua proposta / o que teria em mente?

Fulano: acho q no maximo XX / 2, mes vou poder pagar com uma alta produtividade …

Olha só: ele queria pagar metade do que eu disse que pediria.

Fulano: mas alta mesmo …..

E ainda com “alta produtividade”. E “alta mesmo”. Ou seja: se o programador trabalhasse muito mesmo, aí ele pagaria metade do valor que eu disse. E o que seria esse muito? Provavelmente umas 12/horas dia.

Wagner: bom…acho difícil que consiga alguém (bom)

Conseguir alguém até acho que ele conseguiria…

Fulano: porém isso no auge do negócio .. creio q no 7 mes de trabalho em diante ….

Epa! Quer pagar metade do que pedi, e isso a partir do sétimo mês? Quanto iria pagar antes então? ¼ do que falei?

Wagner: isso dá menos de Y/2 | hora

Fulano: Eu sei .. vou ter q garimpar muitooo

Fulano: mas vou achar , minha idéia é fantastica …

“Minha idéia é fantástica”…pra começar ele mesmo disse que viu em outra empresa. Ou seja, a idéia não era dele. E além do mais, eu já vi/ouvi essa história de sistemas fantásticos e etc

Wagner: hum

Wagner: e antes dos 7 meses, qual seria o trabalho?

Fulano: o trabalho seria o mesmo ….

Wagner: digo

Wagner: os valores

Fulano: acho q até com mais gás , pois começariamos do zero néh … valor …. creio q próximo aos XX/3

Estão vendo aí? Primeiro fala que poderia pagar 1/2 do que “pedi”. Depois, fala que até o sétimo mês poderia pagar aproximadamente 1/3 daquele valor. Daqui a pouco ele iria querer cobrar para o pobre programador trabalhar.

Fulano: mas seria um cntrato de 12 meses com estabilidade ne´h …

Wagner: entendo

Ô se entendo…ficar preso (12 meses) nesse projeto fantástico…eu hein?

Fulano: e é claro q depois , dando td certo , a empresa lançada no mercado … este contrato seria prorrogado …

Hum, se desse certo, e alguém aceitasse fazer o serviço, nada mais justo.

Fulano: pensa em alguma coisa ….

Wagner: ?

Ele ainda não entendeu que eu não estava a fim de fazer esse trabalho?

Fulano: quem sabe

Fulano: ai fazemos os testes …

Fulano: conversamos … estudamos algo juntos …

Já falei que não quero, e ele insiste. Parece o tipo de pessoa que só lê/ouve o que quer.

Wagner: bem

Wagner: pra mim realmente não dá

Wagner: gosto do jeito que trabalho

Wagner: dessa forma

Então repito p/ ele que não quero.

Fulano: Entendo …

Fulano: mesmo q ganhe menos ??

De onde ele tirou que ganho menos? Pelo serviço (dinheiro “de pinga”) que fiz para ele anteriormente? Eu nunca disse a ele qual era a minha renda.

Wagner: Menos?

Fulano: pq pode acontecer nao pode ??

Wagner: pode sim

Wagner: e já passei por isso

Wagner: mas prefiro fazer o que gosto

Fulano: imagino q sim ..

Wagner: senão já estaria ganhando entre X-Y/h numa multinacional

(foi o valor que disse para ele que talvez eu aceitaria, caso quisesse ser funcionário)

Wagner: propostas não me faltaram

Por favor, não me tomem por arrogante. Já recebi propostas boas mesmo, mas recusei. Só postei porque não quis editar o chat, resolvi postá-lo na íntegra.

Fulano: Entendi ….. bom , vamos nos falando …

Wagner: ok 🙂

Fulano: Abs Wagner: ….

Fulano: Até mais ..

Wagner: até

Wagner: valeu de qualquer forma

É, até logo (depois ele até me chamou um dia, mas era sobre um outro projeto, anterior a esse do chat, mas que não vingou. E tenho lá minhas dúvidas se ele arrumou outro programador).

Enfim, a conversa foi até aí. Será que posso virar “sócio” do Fala Freela? 🙂

0

Que cara louco né, quer pagar um valor muito abaixo do mercado para um serviço complexo e contratar apenas uma pessoa.

Pessoas assim não sobem na vida porque só pensam nelas, no benefício próprio e se esquecem dos valores humanos em um tipo de serviço.